Sinuca, um jogo Behaviorista.



Saindo da aula com uns amigos, geralmente vamos a um barzinho chamado Hangar 18 onde também jogamos sinuca. Vamos lá para passar o tempo, mas certo dia, em uma dessas idas a este bar, no momento em que estava jogando parei e sentei um pouco. Comecei a perceber como a sinuca é um jogo completamente Behaviorista. A partir daí analisei o jogo com um olhar comportamentalista.
O objetivo principal do jogo é acertar todas as bolas que são designadas a você em algum dos seis buracos que a mesa possui: esta é a regra do jogo. Toda tacada é uma resposta (R) que produz o estímulo “bolas em uma nova posição”, e o reforço (Sr+) do comportamento é o estímulo “bola encaçapada”. Isso sem falar que quando melhoramos a posição das bolas, podemos produzir um estímulo discriminativo (Sd) para a próxima resposta ser reforçada. As formas de jogar são uma maneira muito interessante para se estudar Modelagem e Modelação
1º. Quando começamos a jogar nem sempre sabemos como segurar o taco, bater no local certo da bola, dosar a força que colocada, etc. Alguns dos nossos movimentos são selecionados pelo reforço e com o tempo outros entram em extinção, isto seria modelagem. A modelagem é um processo em que se altera o comportamento de acordo com uma classe operante alvo pela seleção de certas respostas por reforço diferencial de aproximações sucessivas. Ou seja, alguns comportamentos são reforçados e outros não. Os comportamentos reforçados são os que chegam mais próximos do objetivo final, que é encaçapar a bola. Mas algumas tacadas são reforçadas mesmo sem encaçapar, como quando se chega o mais próximo possível ou quando “quase” se acerta a bola em um dos buracos. Aí o comportamento pode ser reforçado com algum elogio do tipo “Quase conseguiu” ou “Você é muito bom” – o que pode ser feito pelos amigos ou até pela própria pessoa. Até que nossos comportamentos são completamente refinados e aprendemos a jogar da maneira correta.
2º. Modelagem não é a única forma de conseguir chegar a este objetivo, existe outra forma que se chama modelação. Você observa um bom jogador e ele produz certos movimentos, como quando a bola está perto de cair e o modelo – a pessoa que você observa – dá uma tacada fraca para que não caiam as duas bolas no buraco. Você pode imitar este tipo de movimento em uma situação semelhante e evitar que seu adversário derrube uma bola dele e fique mais perto da vitória. Então, pela observação de um modelo podemos modificar nosso responder para jogar melhor e ganhar o jogo.
Também existem estratégias no jogo, como por exemplo você conseguir dar uma tacada (R), conseguir derrubar a bola (Sr+); deixar uma bola num local mais apropriado para a próxima tacada (Sd), dar outra tacada (R) e encaçapar outra bola (Sr+).
É um jogo muito complexo e que exige muito treino. Até hoje não consegui modelar minhas classes de respostas pra ser chamado de “um bom jogador”, não jogo sinuca muito bem, apesar de ser um ótimo passatempo.



Postado por Ítalo Sobrinho
Escrito por Ítalo Sobrinho
Co-autor: Rodrigo Nunes Xavier

3 comentários:

  1. Parabéns pelas matérias além de interessantes contribuem muito para tornar mais clara a forma com a qual vemos muitas situaçoes de nosso cotidiano.

    ResponderExcluir

Muito obrigado por Reforçar comentando no meu blog
Agradeço a visita e comentário! Logo ele será respondido!